• Paulo Pedroso

Alvarez & Marsal e o candidato Moro

Somente depois de muito pressionado Moro disse que vai informar os salários e os benefícios recebidos da Alvarez & Marsal.


Quase me passa desapercebido, mas apenas a divulgação dos valores referentes aos salários e benefícios do ex-juiz não são suficientes. É preciso que Moro comprove que realmente prestou os serviços ao qual foi remunerado pois é sabido que Moro carece das ferramentas cognitivas necessárias ao mínimo desempenho jurídico.


É necessário também que se averigue eventual existência ou não de conflito de interesses sob pena de restar configurada sua contratação tão somente para prestar as informações sigilosas que obteve quando ainda investido da sua função judicante.


Outro ponto importante é a razoabilidade da remuneração, dos benefícios recebidos e dos valores da rescisão contratual. Desproporcionalidade remuneratória geralmente encerra informações que tanto contratante quanto contratado tentam esconder.


No aguardo da informação, ao que me parece ainda veremos muitos capítulos nessa novela.


Paulo Pedroso

Bacharel em Direito e Pós-graduando em Direito Público Aplicado em EBRADI - Escola Brasileira de Direito